Como desperdiçar dinheiro em departamentos de marketing

A maior parte dos departamentos de marketing em empresas de pequeno, médio e grande porte no Brasil enfrentam desafios cada vez maiores no marketing e na comunicação. Pessoas, processos, atividades, fornecedores, ferramentas, objetivos… São tantas atribuições e demandas que os profissionais, de forma bastante comum, se perdem diante de seus n esforços multidirecionados e multifacetados.

Desde o controle de acesso de todas as redes sociais, passando pelo controle e gestão do orçamento até o desenvolvimento de uma estratégia global de marketing com várias segmentações, não existe “tamanho” para a desorganização. São muitas as formas de se perder tempo e dinheiro.

O grande problema dessa forma de desperdício é que ela se esconde atrás do que chamamos de ‘hidden costs’ ou ‘hidden waste’. Ou seja, é uma forma de perder dinheiro que atinge processos e atividades secundárias, que não são tão perceptíveis à luz do dia. Exemplo: procurar um e-mail de um fornecedor sobre um material, depois lembrar que ele enviou via WhatsApp, procurar no WhatsApp e lembrar que na verdade ele te mostrou ao vivo e você pegou em um pen-drive.

Nesse meio tempo, se foram lá algumas horas. Enquanto você procurava, continuava a executar outras demandas – que não podem parar de fato, mas foram prejudicadas por sua falta de foco. Essa ineficiência, segundo dados da Glanster Research, atinge até 25% (wow!) do custo de pessoas e fornecedores em departamentos de marketing.

De forma mais impactante, uma campanha digital de lançamento de produto pode atrasar em meses e reduzir a receita na ordem de milhões por não ter sido lançado à tempo hábil.

Também de acordo com a Glanster Research, 92% das empresas atrasam demandas de marketing por conta de problemas de aprovação e comunicação. Com a complexidade crescente das iniciativas de marketing, principalmente do Inbound Marketing, esses problemas podem aparecer de forma gigantesca. De fato, times de marketing, hoje em dia, enfrentam um enorme desafio de visibilidade.

departamentos de marketing

Departamentos de marketing em Empresas cegas x Empresas visionárias

Você chega em sua mesa todos os dias. A primeira coisa que faz é abrir o e-mail. Olha um monte de mensagens, desconexas e aleatórias, na sua frente.

Essa é uma das melhores formas de se distrair e deixar de focar no que é importante. Em larga escala, isso acontece com a empresa toda – inclusive com sua estratégia global, que é apenas um desdobramento das ações de cada funcionário.

Portanto, evitar que o eventual sentimento de confusão dos funcionários se espalhe em toda a empresa passa a ser o jogo da vez.

Em departamentos de marketing com uma alta quantidade de demandas e atores no processo de comunicação, o grande desafio é fazer com que todos estejam na “mesma página”. Que ações sejam executadas de forma consonante e integrada, garantindo uma roupagem de comunicação que faça sentido para a estratégia da empresa.

Na prática, poucas empresas conseguem esse fato. Algumas delas conseguem por alguns motivos muito simples:

  1. Elas possuem um sistema digital na nuvem para organizar e centralizar todo o trabalho do departamento de marketing, com pessoas do time e fornecedores externos envolvidos nas demandas que estão participando;
  2. Elas possuem uma estrutura de pessoas com objetivos, atribuições e skills bem definidos e complementares;
  3. Elas entendem a importância do planejamento REAL e dão menos foco aos incêndios ‘perigosos’ e constantes do que as demais empresas;
  4. São empresas no qual o drive principal é o ROI. E toda campanha/ação de comunicação deve seguir esse princípio;
  5. Para elas, existe uma grande diferença entre “cortar custos” e “cortar desperdícios”, sendo prioridade o último antes do primeiro;
  6. Focam, inclusive investindo de forma considerável, em estratégias que vão trazer resultados daqui à 2 anos; porém sabem que, quando esse resultado chegar, ele vai ter compensado e muito;
  7. Executam trabalhos com fornecedores que são reconhecidos por serem os melhores em cada setor/especialidade, independente do investimento necessário.
  8. As mudanças são vistas de forma holística e planejadas com responsabilidade, garantindo mais impacto em menos tempo.
  9. E por isso tudo, são empresas em que os processos são tão importantes e valorizados quanto os leads ou as vendas.

Eu poderia citar mais algumas características dessas empresas. Porém, para nossa satisfação, são inúmeros pontos positivos que fazem parte desse sucesso. Algumas empresas, como Santander, IBM, Salesforce e Accenture estão na frente exatamente por esses motivos. Em breve devo lançar outro artigo explicando quais são os processos de marketing que podem aumentar o ROI de forma significativa dentro de uma empresa.

Marketing de resultados = processos de marketing? Essa pergunta eu deixo para você responder!

raphael

Este post tem 0 respostas

Comments open

Deixe uma resposta

Você pode usar estas tags HTML tags e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>